Pancreatite

Pancreatite crônica: diagnóstico e tratamento

Você já ouvir falar em pancreatite? Essa doença afeta muito mais pessoas do que você imagina. Saiba tudo sobre ela, a seguir:

O que é pancreatite crônica?

A pancreatite crônica é uma doença progressiva caracterizada por inflamação contínua do pâncreas. Com o tempo, ocorrem danos irreversíveis ao tecido pancreático.

Sintomas e complicações variam de pessoa para pessoa, portanto, os tratamentos são adaptados às necessidades de cada caso apresentado.

Quais são os sintomas?

Os sintomas da pancreatite podem ser:

  • Dor abdominal crônica e debilitante. A dor é o sintoma mais comum de pancreatite crônica. A dor pode aumentar depois de ingerir comida ou bebida, e diminui ao jejuar ou sentar e se inclinar para a frente. No entanto, algumas pessoas com pancreatite crônica relatam pouca ou nenhuma dor.

  • Náuseas e vômitos.

  • Fezes irregulares. O dano ao pâncreas reduz a produção de enzimas pancreáticas que ajudam a digestão, o que pode ensejar desnutrição. As gorduras e os nutrientes não são absorvidos adequadamente, levando a fezes mais soltas e com gordura.

  • Perda de peso

  • Diabetes. A pancreatite crônica pode afetar a capacidade do pâncreas de produzir insulina para regular os níveis de glicose, levando ao diabetes. Os sintomas da diabetes incluem aumento da fome e da sede, micção frequente, perda de peso e fadiga.

Causas

Embora a causa exata da pancreatite crônica permaneça um pouco misteriosa, sabe-se que o risco de desenvolver pancreatite crônica é aumentado por uma série de fatores, incluindo:

  • consumo de álcool (o fator de risco mais frequente para desencadear pancreatite)

  • tabagismo (dependendo da quantidade, pode ser uma causa para a pancreatite)

  • mutações genéticas estão sendo reconhecidas mais frequentemente, como na pancreatite hereditária.

  • excesso de triglicerídeos ou de cálcio no sangue

  • destruição autoimune do pâncreas (pancreatite autoimune)

Quais tratamentos estão disponíveis?

Como cada caso é diferente, o tratamento é adaptado de acordo com os sintomas e a causa da pancreatite crônica. A maioria dos planos de tratamento inclui medicamentos para administrar a dor e de procedimentos para compensar a falta da função pancreática, a fim de se assegurar uma nutrição adequada. Outros tipos de terapias também podem ser realizadas, a depender do caso.

Como alguns pacientes com pancreatite crônica desenvolvem diabetes, o manejo adequado dessa condição com insulina e modificações na dieta são importantes.

Ou seja, todos os casos de pancreatite crônica são diferentes – dependendo da causa, da extensão da doença e da saúde geral do paciente. Assim, é necessário que ao primeiro sinal de mal-estar você procure um especialista qualificado para diagnosticar a doença, se ela realmente existir.

Logo, é muito importante procurar ajuda médica e jamais tentar utilizar tratamentos caseiros ou medicamentos por sua conta e risco, o que pode até mesmo piorar a sua situação.

São necessários cuidados de acompanhamento em longo prazo para garantir que os pacientes retomem a saúde.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp