obesidade

Obesidade e desnutrição: existe alguma relação?

A princípio, obesidade e desnutrição parecem ter significados opostos, porém, ambas estão relacionadas com a qualidade de vida. A relação da obesidade com a desnutrição depende do ponto vista. Existe uma interpretação mundial (ONGs) e uma interpretação clínica sobre o assunto. A obesidade é um grau de sobrepeso avançado e tem o mesmo significado para ONGs quanto para consultas e avaliações médicas particulares. A desnutrição, é um pouco diferente. Para ONGs, a desnutrição está relacionada à falta de alimentos por motivos de extrema pobreza. Gera a incapacidade de locomoção, em casos mais avançados. No ponto de vista clínico médico, a desnutrição é compreendida como um organismo em déficit de nutrientes. Isso, a um nível crítico, possibilita o surgimento de alguma doença, independentemente do peso corporal do indivíduo.

O que a obesidade e a desnutrição têm em comum?

A principal característica comum é que ambas as condições aumentam o risco de desenvolvimento de doenças graves. Normalmente, a obesidade não é causada por um problema médico, mas pelo consumo excessivo de alimentos, principalmente com alto teor de gordura e açúcar refinado. Tudo isso em combinação com uma vida sedentária. O resultado, na maioria das vezes, é o surgimento de patologias relacionadas à hipertensão arterial, diabetes, hipercolesterolemia, assim como outras doenças. No caso da desnutrição, mesmo que o indivíduo esteja com o peso adequado, também podem surgir diversas complicações na saúde. Resultado de não consumir níveis adequados de fibras, proteínas, vitaminas e minerais em sua dieta. A falta de ferro no sangue, por exemplo, resulta no desenvolvimento da anemia. Outro fator comum entre a obesidade e a desnutrição são os hábitos alimentares. Consiste num comportamento automático com provável desenvolvimento devido à cultura, marketing industrial ou autoestima debilitada. Quando identificados esses casos, um programa de controle de peso ou uma consulta com um psicólogo pode ser útil no auxílio à adoção de novos hábitos alimentares, hábitos de exercícios físicos, bem como reestruturação de outros aspectos relacionados à autoestima.

Como identificar obesidade e a desnutrição?

Estar acima ou abaixo do peso ou com peso normal é algo que precisa ser considerado no contexto da relação saúde x doença. Devem-se também proceder avaliações relacionadas à altura, idade e peso corporal. Em outras palavras, um obeso com 20 anos de idade é diferente de um obeso com 55 anos. E isso precisa ser levado em consideração para que sejam obtidas as orientações adequadas. O exame físico, conhecido como Índice de Massa Corporal (IMC), é uma avaliação que mostra a situação do indivíduo em números a fim de se identificar em qual categoria de obesidade encontra-se. Em cada categoria, pode-se classificar o indivíduo em baixo peso, peso saudável, em risco de excesso de peso e em excesso de peso. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp