obesidade

Exercícios físicos contra a obesidade

A obesidade é o acúmulo de gordura corporal excessivo, a ponto de causar prejuízos para a saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) define se uma determinada pessoa é obesa através do Índice de Massa Corporal (IMC), que é calculado individualmente com base na altura e no peso do indivíduo (IMC = peso (kg) / altura (m)2). A pessoa é classificada como obesa quando o resultado do seu IMC for maior ou igual a 30 kg/m2, visto que a faixa de peso normal varia entre 18,5 e 24,9 kg/m2. Por outro lado, aqueles que possuem IMC entre 25 e 29,9 kg/m2 são consideradas com sobrepeso, e já podem ter a saúde afetada com o acúmulo de de gordura em excesso. Ainda, estima-se que no Brasil metade da população, ou seja, 50% ou mais dos brasileiros estão acima do peso e cerca de 2,3 bilhões de pessoas no mundo sofrem desse mal.

Causas e consequências da obesidade

Normalmente, a doença a causa da doença está relacionada a hábitos de vida não saudáveis, como má alimentação e sedentarismo. Mas há outras razões, como alterações hormonais, patologias de origem genética e até mesmo alguma moléstia de ordem psiquiátrica. Dentre as consequências da doença, está a maior possibilidade de desenvolvimento de doenças como hipertensão arterial, problemas respiratórios, diabetes, problemas nas articulações, pedra na vesícula e algumas formas de câncer. Em alguns casos mais severos, o indivíduo também pode ter dificuldade de locomoção.

Tratamento da obesidade

A mudança de estilo de vida — que consiste na reeducação dos hábitos alimentares e na prática de atividades físicas — é a base do tratamento. A reeducação alimentar é fundamental, visto que, através dela, a ingestão de calorias é diminuída. O exercício físico também é muito benéfico para o paciente obeso, pois potencializa consideravelmente os resultados do tratamento com dietas e medicamentos. Há casos mais complicados em que o tratamento cirúrgico é indicado e as cirurgias bariátricas — em suas variadas técnicas disponíveis — apresentam excelentes resultados.

Exercícios físicos para combater o acúmulo de gordura corporal excessivo

Encarar de frente a obesidade requer muita determinação e disciplina por parte do paciente. Primeiramente, deve-se procurar orientação médica para que a intensidade do treino que o corpo suportará possa ser definida. O excesso nos treinamentos prejudica a qualquer pessoa, mas no caso do obeso tende a prejudicar ainda mais devido sua saúde mais frágil. A seguir, veja alguns exercícios indicados para combater a doença.

Exercícios de respiração

Indivíduos obesos costumam ficar ofegantes até mesmo com atividades consideradas leves. Por esse motivo, exercícios respiratórios contribuem muito para a evolução das funções cardiorrespiratórias.

Exercícios aeróbicos

Exercícios como caminhada, dança e bicicleta devem fazer parte da lista de exercícios do indivíduo obeso, pois proporcionam uma diminuição bem significativa da gordura corporal, reduzem os níveis de pressão arterial em repouso e de esforço e também ajudam bastante na redução do peso.

Hidroginástica

Atividades físicas praticadas na água reduzem consideravelmente o peso exercido sobre as articulações. Com isso, podem ser realizados por um maior período de tempo e, consequentemente, possibilitam uma maior queima de calorias.

Musculação

A musculação auxilia no ganho de força muscular, além de ajudar bastante na perda de gordura corporal. Alguns exemplos de exercícios são os de resistência, potência e força. Vale lembrar que qualquer exercício deve ser precedido por um bom aquecimento e um alongamento apropriado para evitar lesões. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp