colonoscopia

5 coisas que você precisa saber sobre a colonoscopia

A colonoscopia é um dos exames mais importantes para a prevenção e detecção de problemas e doenças como o câncer colorretal, cuja estimativa de novos casos no Brasil era de mais de 36 mil, em 2018, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). 

Entretanto, muitas pessoas ficam com medo de fazer o procedimento, uma vez que requer preparo e é feito sob sedação. Por isso, é fundamental ressaltar que seus benefícios superam grande parte dos riscos, sendo fortemente recomendado para pessoas acima dos 50 anos.

Este texto tem como objetivo esclarecer cinco dúvidas muito comuns sobre esse tema e estimular homens e mulheres a se cuidarem constantemente.

1. Como é feita a colonoscopia?

Esse exame possibilita visualizar a parte interna do cólon (intestino grosso) e o final do intestino delgado. Para isso, é utilizado o colonoscópio, um tubo longo maleável e fino, com uma pequena câmera na ponta.

O equipamento é introduzido pelo ânus e um monitor capta as imagens registradas, mostrando como está a saúde intestinal. O procedimento é feito sob efeito de sedação. Geralmente, a duração é de cerca de 30 minutos, podendo incluir outros procedimentos associados como biópsia.

2. Como é a sedação?

A sedação varia conforme cada indivíduo, sua condição de saúde e estado emocional, podendo ser mais branda ou mais profunda. 

Após a realização do exame, a pessoa deve ficar em sala de recuperação para se restabelecer e ser liberada. Não será possível dirigir em seguida, portanto é muito importante que haja um acompanhante.

3. Quando fazer o exame?

Com o passar dos anos, uma série de problemas que podem surgir no intestino, incluindo câncer, inflamações como a diverticulite, pólipos e outros. 

O exame é indicado para pessoas acima dos 50 anos, mas há casos em que há recomendação antes dessa idade. Alguns sinais que podem requerer isso:

  • dor abdominal sem causa aparente;
  • sangue nas fezes;
  • diarreia persistente;
  • constipação recorrente;
  • suspeitas de determinadas doenças;
  • endometriose.

Geralmente, deve ser feito a cada dez ou cinco anos, dependendo da condição de saúde do indivíduo. Apenas a avaliação do médico é que irá determinar esse intervalo.

4. Como é o preparo?

Para que a colonoscopia seja bem realizada, é essencial que o caminho ao longo do intestino esteja livre. Por isso, antes do procedimento, o indivíduo será orientado pelo médico a fazer uso de medicação, incluindo laxantes, e jejum. Toda a recomendação é individualizada. 

5. O procedimento é doloroso?

O exame em si não causa dor no paciente, uma vez que é feito sob sedação. Porém, o preparo e o período posterior à realização podem ser desconfortáveis.

O preparo pode ocasionar náusea, vômito, desidratação e outros incômodos. O período pós-exame causa desconforto porque o procedimento utiliza um gás que ajuda no deslocamento das paredes do intestino, para facilitar a passagem do colonoscópio. Assim, pode haver desconforto abdominal. Em caso de incômodo maior, a pessoa deve entrar em contato com o médico.


Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como
cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp