cirurgia bariátrica

Devo fazer cirurgia plástica após a cirurgia bariátrica?

A abdominoplastia — ou dermolipectomia abdominal — é a cirurgia plástica comumente executada depois da cirurgia bariátrica. Esse procedimento cirúrgico tem por objetivo retirar a pele em excesso do corpo.

Em um número elevado dos casos, esse procedimento é utilizado por pacientes que passaram por mudanças de peso, que tiveram várias gravidezes ou que possuem excesso de pele no corpo causada pela cirurgia de redução de estômago.

A intervenção cirúrgica é realizada através de uma anestesia peridural com sedação ou com anestesia geral e, no decorrer dela, são feitas incisões no abdômen, removendo a gordura e deixando os músculos abdominais a mostra.

Os músculos são saturados com o objetivo de ficarem mais firmes e, consequentemente, melhoram consideravelmente a silhueta da região do abdômen.

O procedimento também elimina o estado da diástase, que consiste na separação dos músculos abdominais. A pele é esticada, e dessa forma, o excesso é retirado.

Para finalizar a intervenção cirúrgica, o médico faz uma incisão bem pequena para dar forma ao umbigo, remodelando o corpo.

Quando devo fazer a cirurgia plástica?

Essa cirurgia reparadora costuma ser indicada em casos de emagrecimento rápido, como os ocorridos após a cirurgia bariátrica.

Nestes casos, o excesso de gordura faz com que a pele fique muito esticada e esse estado não muda com a perda de peso, podendo ocasionar distúrbios — não só esteticamente falando, mas também na higiene pessoal do paciente, causando o acúmulo de sujeiras e suor, além de infecções por fungos e assaduras.

Ademais, para poder executar este procedimento cirúrgico, é de suma importância cumprir algumas exigências. São elas:

  • Se empenhar em manter uma vida saudável – Mantendo uma alimentação balanceada e praticando atividades físicas;
  • Não demonstrar tendência para engordar novamente – Se isso ocorrer, a pele pode voltar a esticar e, por consequência, causar estrias e flacidez;
  • Manter o peso estabilizado – O peso precisa estar estabilizado, caso contrário, a flacidez pode surgir novamente.

É possível realizar esse procedimento de forma gratuita ou através da cobertura de um plano de saúde.

Em ambos os casos, o médico cirurgião plástico terá que elaborar um relatório que comprove a necessidade do paciente em realizar a cirurgia plástica, após a cirurgia bariátrica.

Também pode haver a necessidade de passar pela avaliação de um perito médico para confirmar essa necessidade.

Como é a recuperação dessa cirurgia?

A cirurgia plástica ou reparadora tem um período de 2 a 5 horas de duração, sendo realizada com anestesia local ou geral — isso se diferencia de acordo com o tipo de intervenção, e se há ou não outras técnicas agregadas, como a lipoaspiração por exemplo.

O tempo que o paciente permanece internado é de aproximadamente 24 horas, sendo necessário o repouso domiciliar por um período de até 30 dias. Durante esse período é indicado o uso de medicamentos para dor, prescritos pelo médico.

O paciente também deve comparecer às consultas agendadas pelo médico cirurgião para ser reavaliado e  evitar carregar peso. A reavaliação geralmente acontece até 10 dias após o procedimento cirúrgico.

Após a cirurgia bariátrica e a cirurgia reparadora, o paciente está pronto para começar uma “nova vida”, cuidando agora da saúde e mantendo sua autoestima elevada.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp