cirurgia metabólica

Qual a diferença entre cirurgia bariátrica e cirurgia metabólica?

O número de operações focadas na redução de peso, no Brasil, cresceu cerca de 84,73%, conforme revelou a Sociedade Brasileira de Cirurgia Metabólica e Bariátrica (SBCBM). Acrescido a isso também destacamos que a obesidade aumentou potencialmente por aqui.

De acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 20% dos adultos estão acima do peso. Por isso esse momento é oportuno para apresentamos as diferenças entre cirurgia bariátrica e cirurgia metabólica, já que a procura por essas técnicas cresceu.

Como sabemos, essas metodologias mudam a vida das pessoas, por justamente trazerem mais qualidade e saúde a elas. Então quando alguém opta por essas intervenções a ideia principal dessa ação consiste em mudança. Então se você deseja saber no que elas diferem, continue lendo este artigo.

O que é cirurgia bariátrica?

Trata-se de uma operação, cujo objetivo é a redução da tolerância do estômago, no que diz respeito a suportar a quantidade de comida ingerida pelos pacientes.

Ou seja, a partir dessa alteração no sistema digestivo, conseguimos facilitar a perda de peso deles. Entretanto esse método é invasivo e isso quer dizer que a técnica traz riscos, além de possibilidades de complicações.

Em mais palavras, as complicações que podem vir a surgir são sangramento interno, embolia pulmonar, fístulas, além de sangue nas fezes, diarreia e vômitos. Acrescentamos que alguns métodos são pouco invasivos, mas eles também não apresentam resultados similares aos de uma técnica mais invasiva.

Por isso os especialistas envolvidos nesse processo são criteriosos na hora de avaliar a situação de cada pessoa. Nesse caso, o indivíduo obeso precisa atender alguns parâmetros como faixa etária, condições de saúde, Índice de Massa Corporal (IMC), entre outros fundamentos inerentes nesse processo. Dos tipos mais usados temos:

  • Bypass gástrico: retira uma boa parte do estômago;
  • Gastrectomia vertical: remove apenas uma parte do estômago;
  • Banda gástrica: diminui o tamanho possibilitando menor ingestão de calorias;
  • Derivação biliopancreática: retirada de uma parte significativa do intestino delgado e uma menor parte do estômago.

O que é cirurgia metabólica?

Nesse processo, que também é conhecido como “cirurgia do diabetes”, utilizamos métodos bariátricos com o objetivo de melhorar a síndrome metabólica e o diabetes mellitus tipo 2. Portanto, nesse caso, a operação é minimamente invasiva e mais confortável para o paciente.

Os benefícios de uma cirurgia metabólica são muitos, porque além de o paciente sentir menos dor durante o pós-operatório, os resultados estéticos também são melhores. Inclusive, com esse procedimento, os riscos de infecções das feridas, bem como as ocorrências de hérnias incisionais.

Qual é a diferença entre cirurgia bariátrica e cirurgia metabólica?

De início, e com base nas informações já prestadas, podemos dizer que a distinção entre essas técnicas está na finalidade que cada uma cumpre. Pois enquanto a bariátrica é exercida com o propósito de perda de peso, a metabólica — mesmo utilizando procedimentos de uma cirurgia bariátrica menos invasiva—, tem a finalidade de controlar o índice glicêmico.

Agora, independentemente do método, é importante frisar que a alimentação regrada e nutritiva é fundamental para manter o peso equilibrado.

Por isso, antes de decidir por uma ou outra, recomendamos que você converse com o seu médico para avaliar o procedimento mais adequado no seu caso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp