cirurgia bariátrica

A importância do risco cirúrgico para a cirurgia bariátrica

O risco cirúrgico é uma etapa indispensável para a segurança e sucesso da cirurgia bariátrica. Esse tratamento prévio contribui com informações relevantes sobre o paciente para evitar prejuízos a saúde. 

Funciona como uma forma de prevenção, pois auxilia a detectar se vai acontecer alguma complicação durante a cirurgia. É um processo fundamental para orientar e preparar o paciente para o procedimento. 

Nesse contexto, realizar o risco cirúrgico é essencial para qualquer procedimento cirúrgico. Confira neste post a importância desses exames pré-operatórios para a cirurgia bariátrica e como eles contribuem para preservar a saúde do paciente!

O que é o risco cirúrgico? 

O risco cirúrgico consiste em exames pré-operatórios que permitem uma avaliação completa do estado clínico do paciente antes de realizar a cirurgia. São exames direcionados e que levam em consideração os seguintes fatores:

  • idade;
  • histórico familiar;
  • doenças crônicas;
  • características do paciente.

Além disso, são realizados exames laboratoriais, fiscos e de diagnóstico para certificar que o paciente pode passar pelo procedimento sem ter complicações.

De forma simples, o risco cirúrgico é uma maneira para o médico conhecer o quadro do paciente e assim, ter mais segurança nas decisões para alcançar os resultados esperados.

Para que serve? 

O exame de risco cirúrgico é um conjunto de avaliações que serve para reduzir os riscos de eventuais complicações durante o procedimento. Dessa forma, serve para levantar possíveis problemas que o paciente apresenta e possa interferir na cirurgia.

Veja as condições que podem oferecer riscos de complicações na cirurgia:

  • alterações na coagulação do sangue;
  • diabetes;
  • doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • hipertensão;
  • insuficiência ou arritmias;
  • insuficiência renal.
  • problemas cardíacos.

Quais os tipos de exames realizados? 

Os exames específicos do risco cirúrgico vão depender o tipo de cirurgia e informações sobre o paciente. No entanto, é possível separar em grande categorias que são as mais utilizadas nos exames.   

Os médicos podem solicitar exames de diversas categorias, como:

  • exames diagnósticos;
  • entrevista com o paciente;
  • exames físicos;
  • exames laboratoriais.

É importante salientar que pessoas que são consideradas de maior risco, seja por ter doenças crônicas ou outros motivos, necessitam de avaliações minuciosas justamente por ser mais propensas a ter complicações. Por isso, os exames do risco cirúrgico são mais criteriosos.

Por que o risco cirúrgico é importante para cirurgia bariátrica? 

A cirurgia bariátrica é um procedimento que exige atenção especial. Por isso, o risco cirúrgico vai preparar melhor o paciente e fornecer informações relevantes para o médico. 

O risco cirúrgico é importante para identificar informações personalizadas, que são fundamentais para a cirurgia e a recuperação após o procedimento. Inclusive, para direcionar os medicamentos e tratamentos para assegurar resultados consistentes. 

Como os pacientes que procuram a cirurgia bariátrica geralmente apresentam algum problema de saúde proveniente do sobrepeso, o risco cirúrgico é a garantia que tudo vai estar previamente estudado para evitar complicações. 

De acordo com o contexto desse artigo, o risco cirúrgico é essencial para que a cirurgia bariátrica seja um sucesso. Contribui para preservar a saúde do paciente e garantir um procedimento seguro e que vai ser um grande passo para um avida saudável. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp